Quarta-feira, 8 de Fevereiro de 2012

Acabou de abrir em Londres uma clínica para tratamento de stalkers! Grande novidade!

National Stalking Clinic Last updated 5-Dec-11 09:12 The World’s first National Stalking Clinic (NSC) will be launched in London this week (December 8) for the treatment, assessment and rehabilitation of stalkers. Stalking affects millions of people in the UK every year and can lead to rape, serious sexual assault and murder. If stalkers are properly assessed and treated, experts believe, serious crimes can be prevented. One in five women and one in ten men will be the victims of stalking at some point in their lifetime. Stalking has been described as `psychological terrorism’ and involves the unwanted intrusion of one person into the life of another, causing fear and distress. It is a crime which can escalate into tragedy. Stalking is recognised as a component in more than three quarters of cases involving people murdered by ex-partners which is sometimes referred to as `murder in slow motion.’ Assessing the risk in stalking can help change this. Offenders often receive short prison sentences or community orders. But stalkers, like sex offenders, are repeat offenders and without treatment many will simply return to stalking either the same or a different victim. Experts say that many stalkers can be effectively treated. Dr Frank Farnham, a Consultant Forensic Psychiatrist and one of the founders of the National Stalking Clinic, says: “If we can treat stalkers then we can save lives. There is great need for a co-ordinated national service that can provide specialist advice and treatment. “The psychological impact on victims is corrosive with many suffering months and, in some cases, years of harassment leading to a variety of illnesses including anxiety, depression and post traumatic stress. “Victims live in a permanent state of hyper-alertness which is physically and mentally draining.” The NSC will assess stalkers referred by other agencies including the Courts, Police, Probation, Service and the National Health Service. It will be run by Barnet Enfield and Haringey Mental Health NHS Trust which has extensive experience of working with stalkers. Home Office Minister Lynne Featherstone said: “I'm pleased to support the launch of this unique clinic that aims to prevent stalkers from re-offending. I've made stalking one of my priorities and it's included in the Government's report 'Call To End Violence Against Women and Girls'. "We're also asking people for their views on how the police should tackle this devastating crime and whether current laws are adequate." Assistant Chief Constable Garry Shewan, ACPO Lead on Stalking and Harassment, added: “I welcome the launch of the NSC and look forward to working closely with the team of experts. Stalking is a crime which steals lives. The assessment, treatment and rehabilitation of perpetrators is a vital part of tackling stalking and of preventing reoffending." The NSC is working with colleagues from the forensic service in Melbourne, the leading centre in the assessment and treatment of stalkers. Dr. Rachel MacKenzie, senior forensic psychologist in Melbourne said: “With the development of the National Stalking Clinic, the UK is adopting best practice to what is a global problem. “This puts it at the forefront of the response to stalking. This is a previously absent resource which will reduce harm to victims, both current and future, and support clinicians and professionals working with stalkers and stalking situations across the UK.” Network for Surviving Stalking, one of the UK’s leading charities supporting victims, has lent its support to the clinic’s work. Chief Executive of NSS Alexis Bowater added: “The launch of this clinic is a groundbreaking move and makes the UK one of the world leaders in tackling this devastating crime. The treatment and rehabilitation of stalkers is vital if we are to stop lives being lost to stalking.”
publicado por Vítimas de Stalking às 10:27
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Anónima a 8 de Fevereiro de 2012 às 14:09
Boa tarde!Venho primeiro que mais dar-lhe os Parabéns pelo excelente trabalho que tem demonstrado! Vi-a no programa da Fátima Lopes e consegui de algum modo me identificar com algumas coisas que referiu.
Pois é, ao contrário da maior parte das vitimas, que saiu de um relacionamento e a outra pessoa não aceita e tem comportamentos excessivos e até perigosos; eu fui vitima de stalking por parte de uma pessoa desconhecida que me viu uma única vez num jantar de Natal na casa de uns amigos!Esta pessoa tinha mais 30 anos que eu!Eu teria na altura os meus 19 anos e esta pessoa tinha 50!
Eu tinha namorado na época e já namorávamos acerca de 3 anos!O individuo em questão conseguiu o meu e-mail, e a partir daí foi um salto até conseguir o meu numero!Tinha hi5 na época e conseguiu invadir a minha página, assim com a minha conta de msn e até o meu computador!Conseguiu retirar fotos do meu computador, acedendo a ele de formas ilegais.Retirou fotos e coisas pessoais e fez montagens absurdas em que colocava fotos dele e fotos minhas!Notava-se que eram montagens mas com essas mesmas fotos colocou-as no meu perfil de hi5!Enviou mensagens para os meus amigos todos, e na sua maior parte ficaram sem saber o que fazer!Para além disto já sabia que faculdade eu frequentava e existiam dias que estava a porta da minha faculdade!Eu tinha medo de andar sozinha onde quer que fosse!Surjiram ameaças, a mim e ao meu namorado na época!!
Ao fim de semana eu passeava com o meu namorado e o tal individuo estava lá em quase todas as alturas!Eu fiz queixa nas autoridades mostrando que as invasões âs minhas contas de internet e de computador eram constantes!Ao qual me responderam que sem provas concludentes que não poderiam fazer nada!E mais, disseram também que hoje em dia com as novas tecnologias que temos que nos habituar a isto pois existem pessoas que gostam do que veem e dps procuram algum contacto com as pessoas.

Pois é, para resumir isto decorreu durante 2 anos da minha vida!!!Eu namorava à cerca de 3 anos..e quando estavámos prestes a fazer 4 anos de namoro, o meu namorado teve um acidente de viação e faleceu de imediato! Até hj sinto-me culpada pois ele andava bastante enervado devido a toda esta situação.
O individuo depois de 2 anos de incessante massacre, suicidiou-se. Vim a saber pelas autoridades pois ao fim do primeiro ano que ele me perseguia, houve uma vez que existiu uma tentativa de me puxar para dentro do carro dele..e aí fiz queixa.

Este caso é mais um de muitos que existem por aí!E gostei muito de poder partilhar isto com vocês!Hoje em dia faço a minha vida normal, e tive estaleca para conseguir ultrapassar tudo da melhor forma possível!Mas tudo isto deixou marcas na minha vida!

Obrigado por tudo e por lerem o meu testemunho!È dado com o maior carinho!
A todas as vitimas desejo-vos força e coragem para ultrapassarem todas as vicissitudes!
De Anónimo a 27 de Fevereiro de 2012 às 05:03
"Stalking is recognised as a component in more than three quarters of cases involving people murdered by ex-partners which is sometimes referred to as `murder in slow motion".

Dá que pensar. As leis têm de ser criadas a pensar nisto. Quantas mais notícias de jovens agredidas por ex-namorados, assassinadas com disparo de arma ou desfiguradas com ácido - que são apenas um "grupo" específico de vítimas de stalkers, terão de perder a vida antes que a LEI possa prevenir um desfecho destes, permitindo a denúncia e a supervisão de um perseguidor?

Comentar post

.Autora

Maria João Costa\
Maria João Costa

.mais sobre mim

.pesquisar

.posts recentes

. Saiba a diferença entre o...

. Notícias: "Grávida assass...

. Holandesa é detida após l...

. Noticia: "ataca menor na ...

. Em Inglaterra são dados o...

. Atleta alemã revela ident...

. Três em cada quatro perse...

. A prisão de um "serial st...

. Fica a sugestão de um blo...

. Artigo sobre stalking - r...

.arquivos

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

blogs SAPO

.subscrever feeds